Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sofi Plus Four

O meu nome é Sofia, mãe de 3 filhos, coração do Norte, a viver em Lisboa há uns anos. Somos uma família de 5, animada, destemida, sempre prontos a fazer as malas e viver novas aventuras Home is where my family is.

Sofi Plus Four

O meu nome é Sofia, mãe de 3 filhos, coração do Norte, a viver em Lisboa há uns anos. Somos uma família de 5, animada, destemida, sempre prontos a fazer as malas e viver novas aventuras Home is where my family is.

10
Out19

Salaam Aleikum Marraquexe!

A minha aventura mais recente foi uma viagem a dois - para comemorar os 15 anos de casados - a Marraquexe!

Provavelmente já ouviram isto mas Marraquexe é uma cidade que primeiro se estranha e depois se entranha! E assim foi!

O primeiro impacto, a começar pela entrada na Medina (centro antigo da cidade) de taxi com o seu emaranhado complexo de ruas por onde circulam sem qualquer ordem pessoas, carros, carroças puxadas com burros e centenas de motas (algumas levando 3 pessoas) deixa-nos confusas e a pensar se escolhemos bem o destino.

IMG_20190911_181144.jpg

Mas digo-vos já que ao fim de um dia esta cidade se entranhou na minha pele e me arrebatou completamente os sentidos! Literalmente!

As cores desta que é chamada a "Cidade Vermelha" vão muito para além desta cor: são os ocres das casas, os verdes, amarelos, laranjas e outras tantas cores intensas, o colorido das tapecarias penduradas nas varandas do souk para aliciar os clientes, o azul quase violeta e laranja do mais maravilhoso pôr do sol citadino que já vi.

Os cheiros das especiarias colocadas em pirâmides coloridas à porta das lojas marroquinas enchem o ar e entranham-se de tal forma que nunca mais os irei esquecer. Os cheiros que se combinam do anis, canela, curcuma, cardomomo entre outras e o cheiro inconfundível e fresco do chá de menta envolvem-nos.

Ficamos instalados num pequeno Riad no coração da Medina - a cerca de 5 minutos a pé da Praça Jemaa El-Fna - o Riad Up - Urban Paradise, um verdadeiro oásis de paz e tranquilidade no centro da Medina, onde no final de um dia inteiro a calcorrear os labirínticos souks e a regatear preços nos sabia tão bem relaxar e saborear um chá de menta a ver o pôr do sol num dos terraços disponíveis.

A beleza e simplicidade da decoração do Riad e a simpatia e disponibilidade de todos, da proprietária Elsa a todos os outros funcionários conquistaram-nos desde o primeiro momento em que lá.

IMG_20190912_100513.jpg

IMG_20190912_100451_143.jpg

 

IMG_20190912_092106.jpg

Do Riad era muito fácil chegar a pé a qualquer local da Medina. Bem fácil não é bem o termo uma vez que a orientação de qualquer viajante é posta à prova neste labirinto de ruas e ruelas e vias sem saída por onde circulam pessoas e motas a grande velocidade. Deixem-se levar e perder-se pelos recantos do souk ...isso faz parte do encanto. Mas se não gostarem de andar perdidos façam o download da aplicação maps.me. Funciona online e é top!

Há muito para ver em Marrakech e o itinerário mais ou menos intensivo depende do número de dias que lá passarem. Deixo aqui uma lista de tudo o que considero imperdível e imprescindível ver e fazer na bela Cidade Vermelha:

1. Jardins da Mesquita de Koutobia: 

Para qualquer não muçulmano não é possível entrar na mesquita mas os jardins que circundam o edifício são lindos e vale a pena dar um passeio e descansar debaixo das belas oliveiras.

2. Visitar o Le Jardin Secret

Descobrimos este Jardim, que já não é assim tão secreto, na última manhã que passamos na cidade.

E por um lado foi bom deixar a visita a esta "pérola" para último lugar pois saimos da cidade com a melhor das recordações.

Vale a pena visitar os Jardins e a Torre (é a torre mais alta da cidade para além da torre da mesquita Koutobia). Do cimo da Torre podem avistar o Atlas e toda a cidade em 360º (aproveitem para tirar fotografias).

IMG_20190914_103419.jpg

IMG_20190914_105246.jpg

 

IMG_20190914_111920.jpg

3. Jardin Majorelle

Não percam o Jardim Majorelle e o Museu Yves Saint Laurent (que fica num edifício contíguo aos jardins). Para poderem apreciar devidamente a beleza dos jardins têm de ir cedo. Nós só chegamos ao local já passavam das 11h e já estava uma fila enorme à porta. Se forem madrugadores os jardins abrem às 8h da manhã ;) 

O Museu é pequeno mas vale a pena para apreciar algumas das criações mais famosas de Yves Saint Laurent.

IMG_20190912_114319.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_20190912_120008.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

4. Passar uma manhã no Les Bains de Marraquexe

Para descansar da azáfama do souk no dia em que celebrámos 15 anos de casados fomos passar uma manhã relaxada neste Spa. Adoramos! Desculpem mas não tenho qualquer foto das instalações, foi um momento realmente zen e totalmente offline! Mas explorem as fotos que estão no site que já ficam com uma óptima ideia.

Fizemos o "Le traditionnel": 45 de hamman seguido de exfoliação com sabão negro e uma máscara de argila e no final uma massagem drenante e relaxante de 1 hora.

Para quem não conhece, o hamman é uma tradição ancestral que consiste numa sauna húmida e é considerada purificadora do corpo e alma. Tradicionalmente os hammans (banhos marroquinos) eram colectivos mas neste SPA é oferecida uma experiência privada ou em casal.

Se forem fãs de SPA e precisarem de relaxar recomendo vivamente. Podem marcar no próprio site cujo link inclui supra.

5. Visitar o Palácio Bahia

Este Palácio do século XIX localizado no centro de Marrakech é sem dúvida uma das visitas imperdíveis desta cidade.

O Palácio foi construído para Si Moussa, braço direito do Sultão Hassan I, e mais tarde habitado pelo seu filho Ahmed ben Moussa que reinou em Marrocos como regente do jovem Sultão Abd al-Aziz.

Após a morte de Ahmed Ben Moussa o Sultão ordenou o saque do palácio, razão pela qual o palácio se encontra actualmente totalmente vazio.

De qualquer forma a beleza das decorações em mármore, os tectos e as belas portas (pudesse eu trazer umas na mala) esculpidas madeira, os azulejos em todas as suas cores, e os coloridos vitrais das várias salas separadas por tranquilos e refrescantes jardins de onde nos chega o cheiro dos hibiscos, das laranjeiras e dos jasmins fazem deste palácio vazio uma beleza que vale muito a pena visitar.

IMG_20190910_181117_955.jpg

 

6. Ver o pôr do sol sobre a Praça Jemaa El-Fna

Não se vão embora de Marrakech sem ver o pôr do sol sobre a Praça Jemaa El-Fna. Esta Praça é o coração da cidade, tendo sido classificada pela Unesco como Património da Humanidade. 

Não se desiludam se passarem na Praça durante o dia. Quando desombocamos nesta Praça no primeiro dia, ainda antes de almoço pensamos: "Então onde está a confusão, as bancas de rua, os encantadores de serpentes?".

Voltamos ao final do dia decididos a ver o pôr do sol sobre esta mítica praça e subimos ao Cafe de France (sendo que também aconselho verem o pôr do sol do Le Grand Balcon Cafe Glacier). Saboreamos um maravilhoso chá de menta e preparamos os olhos e a câmara para o iminente pôr do sol. 

E foi apenas quando o sol se escondeu lá ao fundo no horizonte que os segredos e a magia deste local finalmente se desvenderam aos nossos olhos. Rapidamente ficou inundada de toldos brancos das bancas repletas de frutas coloridas e frescas dos vendedores de sumos, dos cheiros das especiarias das bancas de comida e doces dispostas em mostruários para atrair os cliente e iluminadas com lanternas. Havia encantores de serpentes, homens com macacos tentando atrair os turistas para tirar uma fotografia, mulheres berbéres tatuadoras a fazer tatuagens com hena, vendedores de incenso cujo cheiro intenso enchia a praça. A praça fervilhava de gente, palpitava vida, cor, alma.

Aqui e ali grupos de homens tocavam músicas berbéres nos seus instrumentos acompanhados e entusiasmados pelo público sentados em cadeiras em seu redor.

A música, a cor e os cheiros que encheram a praça ficarão para sempre gravados na nossa memória. Sim valeu a pena esperar!

IMG_2624.JPG

7. Passear nos Souks

Perder-se no meio dos souks faz parte do encanto e da magia de Marraquexe. Estão organizados grosso modo de acordo com os ofícios e produtos comercializados. Os mais conhecidos são o Souk Addanine (artigos de cobre e metal) onde se podem ver os artesãos a baterem no metal e a formar belas peças (candeeiros, lâmparinas como as do Aladino, escudos...) que depois são vendidas em várias lojas do Souk; o Souk Zrabia (souk dos tapetes); o Souk dos tintureiros; o Souk das especiarias; o Souk Smata onde podem encontrar as coloridas babouches; o Souk Chouari (cestos feitos com fibra de palmeira) e o Souk Siyagghin (joalharia).

Fazer compras em Marraquexe vale muito a pena e é quase impossível sair dos mesmos sem carregar vários sacos. No nosso caso foram precisos vários sacos, mochilas e afins ;) ;)  Mas vão preparados para regatear, isso faz parte do encanto de Marraquexe. 

Se quiserem ter uma experiência diferente vão à loja de Mustapha Blaoui. Por trás das belas portas de madeira, qual gruta dos 40 ladrões de Ali Babá estão vários andares repletos de peças lindas de tarar.  

Visitem também a concept store Max & Jan - os preços são um pouco inflaccionados aos que se vêm na Medina mas o espaço é lindo e super trendy e tem também um restaurante no rooftop da loja que vale a pena visitar nem que não seja pela vista que proporciona sobre os souks.

IMG_20190914_154528.jpg

IMG_20190911_161238.jpg

 

IMG_20190911_161252.jpg

8. Visitar o Palácio El Badi

Este palácio foi mandado construir nos finais do século XVI para celebrar a vitória do Sultão Al-Mansur Dhabhi na - desculpem! - batalha de Alcácer Quibir.

Hoje em dia o palácio em si está em ruínas mas entrando nas suas muralhas somos rodeados de jardins de laranjeiras plantados à volta de diversas fontes. No dia em que visitamos o palácio as fontes estavam cheias e o reflexo nas mesmas das muralhas do palácio é fantástico.

 

IMG_2621.jpg

 

 

IMG_20190910_162302.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

9. Almoçar ou jantar no Terrasse des Épices

Este maravilhoso restaurante localizado no Souk Cherifia conquistou-nos de tal maneira que depois de irmos almoçar num dos dias resolvemos encerrar a nossa estadia em Marraquexe com um jantar no seu magnífico terraço com vista sobre a Medina.

E não foi só a vista que o terraço nos proporciona sobre as colinas do Atlas ou o minarete da Mesquita Koutobia que nos conquistaram neste espaço. 

Em primeiro lugar a comida é ....maravilhosa!! Tudo o que experimentámos era divinal, desde as entradas, aos pratos e as sobremesas. Pratos de inspiração marroquina mas com um toque internacional simples mas bem confeccionados e bem apresentados. E a simpatia, cuidado e delicadeza do serviço é realmente extraordinária e fez-nos gostar ainda mais deste que passou a ser sem dúvida um dos nossos spots nesta cidade! Na verdade achamos que o nível de serviço, cuidado com o cliente e simpatia em Marrakech nos vários sítios onde fomos é fora de série e faz inveja a muitos restaurantes da nossa capital.

Deixo-vos fotos de dia e de noite para apreciarem a diferença de ambiente.

Durante a noite o ambiente é muito trendy e acolhedor com lanternas por todo o terraço e música de fundo. Durante o dia é também um espaço fantástico para descansar da correria das compras e desfrutar de uma boa refeição enquanto se refresca debaixo dos "sprinklers" estratégicamente colocados por cima das mesas.

IMG_2638.jpg

 

 

 

 

IMG_2639.jpg

 

 

 

IMG_20190913_224234.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

10. Tomar um copo no terraço do bar do hotel Mamounia

Entrar neste Palácio hotel já é por si só uma experiência. Parece que estamos a entrar numa das páginas do livro das "Mil e Uma Noites".

Bebam um copo na varanda do Bar do hotel e desfrutem do ambiente.

O Bar Churchill tem um ambiente de bar "Speak easy" e um ambiente vintage mas se estiver uma noite agradável, como normalmente encontrará em Marraquexe, escolham sem dúvida a varanda do Bar l'italien.

11. Almoçar e passar a tarde no hotel Jnane Tamsna - Boutique Hotel Palmerie Marraquexe

Num dos dias planeamos fazer algo diferente. Queriamos sair por umas horas da correria e buliço da Medina, desligar da azáfama dos Souks e entrar em modo off num ambiente relaxante.

Decidimos reservar a experiência "Jnane Pool and Lunch" no hotel boutique Jnane Tamsna que incluiu um delicioso almoço nos jardins do hotel seguido de uma tarde passada na piscina ladeada de palmeiras entre braçadas na piscina e sestas como já não dormia à muito tempo.

O bom gosto da proprietária do hotel Meryanne Loum-Martin é bem visível na decoração das várias salas localizadas perto da piscina, cheias de cantos e recantos para descobrir e de poltronas que convidam a umas horas de leitura.

IMG_20190913_180213.jpg

Outros restaurantes que recomendo:

- Nomad (este restaurante pertence ao mesmo grupo do Café des Épices e do Le Jardin), este espaço localizado junto à Place des Épices foi uma agradável surpresa que deixamos para o nosso último almoço em Marrakech. O restaurante tem vários espaços mas se possível peçam uma mesa num dos terraços - de preferência o mais elevado, para terem uma vista completa sobre a Medina e as cordilheiras do Atlas. O menu é muito agradável e com bastantes opções. Se almoçarem no terraço e não tiverem sombra peçam um chapéu de palha do restaurante - são giros e se o calor apertar acreditem...vão precisar!

Os terraços do restaurante à noite todos iluminados com lanternas de palha parecem mágicos.

Le Jardin este restaurante é o espaço ideal para relaxar e desfrutar de uma bebida fresca e um almoço leve depois da calcorrear os labirínticos souks. Depois de passarem a porta muito discreta deste espaço entram num jardim verdejante, tranquilo e refrescante onde podem experimentar pratos de inspiração marroquina com influências europeias numa variedade de saladas, tabboulehs e tagines entre outros pratos. De sobremesa experimentei a tarte tatin de pera....é uma delícia.Não serve alcóol. Fica no Souk Sidi Abdelaziz (junto ao Souk dos cobres

- Le Salama : estávamos um pouco desconfiados com a ida a este restaurante mas gostamos banstante. Foi-nos recomendado pelo nosso Riad na primeira noite e como estávamos cansados e era perto do Riad decidimos experimentar. Pelas descrições achei que ia ser um espaço demasiado turisteiro mas ficamos bastante agradados. O primeiro e segundo andar (situados no interior) do espaço têm uma decoração colonial mas muito cozy. Nós jantamos no último andar no terraço panorâmico, com vista sobre a Praça Jemaa el-Fna. No final da noite normalmente há sempre um espectáculo de dança típicas. Achamos um pouco caro para o que comemos mas a comida era agradável e o serviço como nos habituamos em todos os outros sitios em Marraquexe bastante bom.

- Pepe Nero este restaurante que serve comida italiana e marroquina fica situado no Riad Al Moussika num palacete muito bonito não muito distante da Praça Jemaa el-Fna. A comida é agradável mas o restaurante vale essencialmente pelo ambiente e pelo espaço situado junto à piscina no exterior no claustro do Riad onde jantamos.

Coisas que não fizemos e gostaria de ter feito:

Visitar o Museu da Fotografia;

Fazer uma incursão pelo deserto de Merzouga e dormir numa tenda berbére.

Visitar os Túmulos Saadianos

Saimos de Marraquexe com a certeza de que queremos voltar mas da próxima vez com os miúdos e numa aventura de carro desde Portugal com passagem por Marraquexe, Fez, Chefchaouen, Rabat e claro uma incursão pelo deserto.

IMG_2659.jpg

 

 

 

 

 

IMG_20190911_135207.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_20190912_201047.jpgAgora é altura de sonhar com os próximos destinos pois essa é a beleza de viajar, aventurarmo-nos pelo mundo, conhecer novas culturas e regressar a sonhar com o próximo destino, mais distante, mais desconhecido.

Aventurem-se também e boa viagem!

Sofi 

 

 

 

 

Sobre a blogger

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Ana D.

    O comentário acima é meu. Peço desculpa pelo lapso...

  • Anónimo

    Muito obrigada pelas sugestões!!Também tenho uma l...

  • Sofi

    Olá! Ainda bem que gostaste das dicas! Bjs grandes...

  • Anónimo

    Boas sugestões,e o tempo no Porto está óptimo! Bji...

  • Sofi

    Que bom saber que gostou! é muito bom receber o vo...

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub