Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sofi Plus Four

O meu nome é Sofia, mãe de 3 filhos, coração do Norte, a viver em Lisboa há uns anos. Somos uma família de 5, animada, destemida, sempre prontos a fazer as malas e viver novas aventuras Home is where my family is.

Sofi Plus Four

O meu nome é Sofia, mãe de 3 filhos, coração do Norte, a viver em Lisboa há uns anos. Somos uma família de 5, animada, destemida, sempre prontos a fazer as malas e viver novas aventuras Home is where my family is.

28
Ago20

Ilha Florida (parte II)

E a nossa que aventura na Madeira continua....estas férias foram planeadas como um plano B às férias que estavam traçadas para este ano mas que acabaram por ser tão tão boas. Para provar que muitas vezes do inesperado surgem as melhores coisas!

Desta vez decidimos não alugar carro para todos os dias da estadia porque precisavamos também muito de descansar e por isso planeamos alguns dias para ficar mais pela piscina e praia e o resto da semana para explorar a ilha e fazer pelo menos uma Levada (já vos falo nisso). Alugamos por isso carro apenas por 3 dias. Em alturas normais será melhor levarem já o aluguer do carro tratado antes da viagem mas neste ano em que nada é normal infelizmente a procura de carros é muito mais baixa por isso tratamos disso apenas no hotel.

No primeiro dia partimos do Funchal em direcção a Curral das Freiras e ao miradouro da Eira do Serrado. É tão tão bonito, quer o percurso até lá quer a maravilhosa vista para as majestosas montanhas verdes e sobre a aldeia do Curral das Freiras.

IMG_20200811_113444.jpg

IMG_20200811_114319.jpg

IMG_20200811_110832.jpg

IMG_20200811_111020.jpg

O acesso ao miradouro é feito pela lateral da Estalagem da Eira do Serrado.

De seguida faz sentido ir até ao Miradouro dos Balcões (nota: a Levada dos Balcões é uma das Levadas que vale a pena fazer e que é possível fazer com crianças atendendo ao nível de dificuldade) para mais uma vista de cortar a respiração. Realmente quem está no Funchal não imagina as paisagens que pode encontrar pela ilha fora.

Daqui seguimos até Porto da Cruz onde almoçamos junto à praia. Neste dia apanhamos chuva (no lado norte da ilha o tempo é sempre mais instável) por isso não tenho grandes fotos deste local.

IMG_20200811_133944.jpg

Próxima paragem Santana e as maravilhosas casas que parecem casinhas de bonecas rodeadas de flores.

IMG_20200811_152113.jpg

IMG_20200811_152341.jpg

IMG_20200811_153037.jpg

IMG-20200811-WA0029.jpg

De seguida fomos até ao Miradouro da Vigia e ficamos presos a esta paisagem de encostas verdes recortadas pelo mar que fazem inveja à verdejante Irlanda!

IMG_20200811_162531.jpg

IMG_20200811_162643.jpg

IMG_20200811_162700.jpg

O dia já ia longo e já tinhamos percorrido muitos kms por isso estava na hora de voltar ao hotel para descansar e prepararmo-nos para mais um delicioso jantar.

E nada melhor para terminar um dia de passeio do que umas belas e típicas espetadas madeirenses no famoso restaurante Santo António em Câmara de Lobos. Estavam deliciosas!

IMG_20200811_210506.jpg

O dia seguinte foi também de passeio pela ilha. Atravessamos a ilha até São Vicente e depois daí seguimos até ao Seixal, Ribeira de Janelas e Porto Moniz.

No Seixal descobrimos uma baía linda rodeada de montes verdes a lembrar belas e exóticas paisagens longínquas. Não se assustem com a areia preta. Vale a pena parar e dar um mergulho nas águas calmas da baía e contemplar a paisagem.

IMG_20200812_113532.jpg

IMG_20200812_114757.jpg

IMG_20200812_115125.jpg

IMG-20200812-WA0013.jpg

IMG_20200813_000822_117.jpg

Eu adoro viajar e tenho uma sede imensa de conhecer o mundo mas de facto temos sítios tão giros e paisagens tão maravilhosas aqui no nosso cantinho como em qualquer um dos 4 cantos do mundo e que valem a pena ser descobertos!

Próxima paragem: Ribeira da Janela o spot do surf na Madeira e palco do Madeira Big Wave Festival.

IMG_20200812_125331.jpg

IMG_20200812_125444.jpg

Infelizmente os miúdos não levaram as pranchas além de que o Inverno é a melhor altura para surfar na zona!

Nota: do Seixal até Porto Moniz sigam pela estrada o mais próximo possível junto ao mar. Vale a pena acompanhar a costa recortada pelo mar. É lindo do morrer!

IMG_20200812_131434.jpg

Almoçamos em Porto Moniz na esplanada no topo do restaurante Polo Norte, umas lapas deliciosas e umas saladas para de seguida mergulharmos nas piscinas naturais.

IMG_20200812_135348.jpg

A entrada nas piscinas é paga e nesta fase o número de pessoas que entram é controlado.

Os bilhetes são gratuitos para menores de 3 anos e custam 1,50 euros para pessoas com idade superior a 3 anos. Os estudantes pagam apenas 1 euro. A desinfecção à porta é obrigatória e o uso de máscaras quando a circular fora das zonas de "banhos" também.

O espaço tem duas zonas: a zona de piscinas com água salgada e uma zona de piscinas naturais compostas por rochas vulcânicas onde o mar entra naturalmente. Nesta zona existem escadas para entrar no mar e duas zonas de salto: uma prancha com cerca de 3,5 metros e uma plataforma mais baixa (talvez de 2 metros).

Confesso que não consegui saltar da prancha mais alta (só os "homens" da casa é que saltaram), tentei mas quando comecei a andar na prancha senti-me a prisioneira de um pirata prestes a ser atirada aos tubarões........mas não perdi o salto da plataforma mais baixa. A sensação é fantástica!

Seguimos pelas Achadas da Cruz (que estrada tão bontia!) até à Ponta do Pargo e depois para a Calheta. Se puderem no caminho parem ainda no Paúl do Mar. Podem aproveitar para dar um mergulho no Porto de Abrigo do Paúl do Mar.

Seguimos depois até à estrondosa vista do Cabo Girão! Atenção a plataforma de vidro da qual podem ver toda a escarpa que se estende desde os vossos pés até ao mar não é própria para quem sofre de vertigens!

IMG_20200812_182323.jpg

IMG_20200812_182130.jpg

Aqui além das vista privilegiada sobre o lado sul da ilha descobrimos também um hotel que ficamos com imensa vontade de ir conhecer (mas que na altura ainda não tinha reaberto): o Village Cabo Girão, que sítio giro, que vista magnífica!

Horas de voltar ao nosso porto de abrigo. Neste dia fomos jantar ao restaurante do Savoy o Terreiro Concept. O conceito é de partilha. As entradas e as sobremesas estavam deliciosas. Os pratos não me conquistaram tanto mas o ambiente e o serviço são maravilhosos!

IMG-20200813-WA0001.jpg

IMG-20200812-WA0024.jpg

A Benedita ainda se lambuzou toda com mousse de chocolate! Haverá maior felicidade para uma criança ;) ;)?

No dia seguinte deixamos a Benedita com os meus pais e partimos à aventura bem cedo.

IMG_20200813_074602.jpg

Escolhemos a Levada do Rabaçal ou das 25 fontes. Existem diversas Levadas lindas para fazerem. A escolha de qualquer uma depende do grau de dificuldade que pretendem e do tempo que têm disponível. Além da Levada do Rabaçal vale muito a pena fazer a Levada dos Balcões, a Levada do Alecrim, Levada do Caldeirão Verde, Levada do Pico Ruivo.

Vejam o link abaixo que contém todas as informações que precisam:

https://walkmeguide.com/pt/madeira/trails-list/

Se se sentirem inseguros para fazer uma levada sozinhos têm sempre a opção de contratar um guia. Existem várias empresas que fazem estes percursos. A Madeira Experience é especialista em tours de aventura e podem escolher uma ou mais de uma série de experiências que eles providenciam na ilha da Madeira.

Mas vale muito a pena fazer pelo menos uma das Levadas, embrenharem-se na natureza ao som dos pássaros e do barulho da água, rodeados de verde por todos os lados.

Gostamos imenso da Levada que fizemos, repleta de paisagens lindas e com um final cheio de aventura porque à "tugas" decidimos inventar e por isso no regresso em vez de seguirmos o trilho traçado resolvemos armar-nos em Indiana Jones da Madeira e trilhar um novo caminho. Foi uma aventura que para nós e para os miúdos ficará certamente na memória!

IMG_20200813_105420.jpg

 

 

IMG_20200813_105020.jpg

IMG_20200813_131934.jpg

No final, estourados e cansados estávamos prontos para um resto de dia relaxante no hotel com muitos mergulhos e uma boa sesta!

Fomos jantar a mais um sítio recomendado por um amigo da Madeira, o Clássico. Que vista maravilhosa! Aconselho a - caso apanhem bom tempo - marcarem mesa na varanda e chegarem antes do pôr do sol!

IMG_20200813_203421.jpg

Adoramos o jantar, estava tudo óptimo!

Com as férias a chegarem ao fim na sexta feira decidimos passar o último dia em registo mais "chill" no hotel para aproveitarmos a piscina e o mar e a companhia uns dos outros.

Na última noite todos juntos decidimos repetir um dos restaurantes de que mais gostamos: o Lá ao Fundo porque para nós a velha máxima de "não volte onde já foste feliz" não vale. Mais uma vez foi uma experiência fantástica!

 

Sábado foi dia de despedidas. Nós como só tinhamos voo à noite aproveitamos o dia até à última.

Houve tempo para muitos mergulhos, para comprar uns souvenirs de última hora e ainda para descobrir o "spot" imperdível na Madeira para ver o pôr do sol. A Doca do Cavacas.

Este lugar é um dos tops na lista dos "must see" da Madeira. Aqui têm um complexo balnear com piscina vulcânica natural e entrada directa para o mar e um bar estilo lounge o "Cavacas Beach Bar", o local ideal para um final de dia super "chilled" a beber um copo e a ver o pôr do sol.

IMG_20200815_182939.jpg

Nós optamos por jantar no restaurante do Doca do Cavacas uma parrilhada de peixe maravilhosa, umas lapas para a despedida tudo regado com um bom vinho e um pôr do sol mágico para brindar a umas férias maravilhosas nesta bela ilha florida que foram o plano B mais fantástico de sempre.

IMG_20200815_184324.jpg

 

 

 

 

IMG_20200815_201143.jpg

 

 

 

IMG_20200815_201451.jpg

IMG_20200815_201453.jpg

IMG_20200815_201508.jpg

IMG_20200810_125728_897.jpg

 

Mais umas férias passadas já com o olho nas próximas aventuras que este ano incerto nos reserva!

E o que aprendemos este Verão? Este maldito virus trouxe uma grande incerteza e reviravolta às nossas vidas mas com ele aprendemos também a usufruir ao máximo de tudo aquilo que a vida nos traz. 

E estas férias que há um mês atrás imaginávamos que nem sequer seria possível acontecer souberam-nos pela vida!

Venham muitos mais momentos destes em família. Porque são as memórias destes momentos em família o tesouro que quero deixar aos meus filhos.

E vocês o que fazem este Verão?

#euficoemPortugal

Boa viagem

Sofi

 

 

 

10
Jul20

Calcorreando os trilhos do xisto

Já há meses que andávamos a fervilhar, ansiosos por nos fazer à estrada, fazer as malas e viver novas aventuras, descobrir novos lugares mágicos!

O maldito virus trocou-nos as voltas às várias viagens (e eram muitas) que tinhamos programado para este ano, mas como não somos família de baixar os braços e nos encolher a um canto mal vimos que havia condições de segurança para passear no nosso país começamos logo a planear uma aventura em família!

Já há muito que queríamos visitar as Aldeias do Xisto e as maravilhar da Serra da Lousã e assim escolhemos o nosso destino!

Por razões de trabalho e familiares a viagem durou apenas 48 horas mas chegamos ao final com a sensação que o fim de semana tinha rendido por quase 5 dias inteiros! E nessas 48 horas comberam 1001 coisas!

Andamos às voltas com o trilho que iriamos escolher para fazer nas Aldeias do Xisto mas como neste fim de semana estava muito calor e não sabíamos qual seria a resistência da Mogli pequenina escolhemos a PR1 - a rota dos Moinhos, uma rota circular com 6kms que parte do centro da Lousã rumo ao Castelo da Lousã (ou Castelo de Arouce como é conhecido), passando pela Nossa Senhora da Piedade e pelos moinhos junto ao leito da Ribeira de São João.

IMG_20200704_115257.jpg

IMG_20200704_135458.jpg

Vejam os vários trilhos disponíveis aqui: Aldeias do Xisto.

Entre a Senhora da Piedade (local onde podem tomar uns belos banhos refrescantes numa das piscinas naturais com cascatas do local-não percam vale mesmo a pena!) e o Castelo vão encontrar indicações da Rota PR2 (se quiserem aventurar-se mais uns quilometros sigam esta rota até à bela aldeia do Talasnal e ao Casal Novo.

O trilho que fizemos é exigente para quem vai com crianças pequenas (ainda por cima disseram-nos que podíamos levar o carrinho para a Mogli e o maridão teve de o carregar a peso o tempo todo enquanto a Mogli ia a pé) mas a nossa Mogli portou-se como uma valente! E acreditem ou não fez a quase totalidade dos 6 kms a pé, subindo, descendo, entre lombas, vegetação e pontes levadiças (Go Mogli)!

IMG_20200704_143228.jpg

O trilho foi todo feito ladeado de vegetação verdejante e cascatas refrescantes e os quilómetros percorridos debaixo do calor abrasador foi recompensado com um banho refrescante nas piscinas da Nossa Senhora da Piedade.

IMG_20200704_143428.jpg

IMG-20200705-WA0056.jpg

IMG-20200705-WA0008.jpg

IMG-20200705-WA0013.jpg

IMG_20200704_152237.jpg

IMG-20200705-WA0007.jpg

IMG_20200705_123952.jpg

De seguida subimos até ao Castelo da Lousã (ou Castelo de Arouce com é conhecido) que se ergue majestosamente no topo da Serra da Lousã.

IMG_20200704_161156.jpg

A ideia seria depois descer novamente pelo trilho PR1 mas quando vimos que era possível descer por um passadiço que sai do lado direito do castelo e leva ao centro da Lousã com o calor que estava e a Mogli e um carrinho às costas não hesitamos!

De seguida fomos descobrir a Aldeia do Xisto do Talasnal. Se nunca estiveram nas aldeias do xisto vão! A aldeia é linda de morrer e parar e beber uma bebida fresca no bar do Talasnal Montanhas de Amor depois dos kms percorridos durante o dia soube-nos mesmo bem!

IMG_20200704_175948.jpg

IMG_20200704_180051.jpg

Depois do merecido descanso dos guerreiros era tempo de ir descobrir a nossa casinha na montanha e refrescarmo-nos antes de jantar.

IMG_20200705_093607.jpg

Jantamos no ex libris da zona: a Varanda do Casal. O restaurante além de uma vista linda sobre a aldeia de Casal de São Simão e as Fragas de São Simão tem pratos deliciosos e sobremesas de comer e chorar por mais.

IMG_20200704_204906.jpg

Pedimos o borrego estufado com migas e a vitela assada com arroz e batatas de forno acompanhadas de uns legumes óptimos!

IMG-20200705-WA0003.jpg

De sobremesa não percam a tigelada ou a torta de laranja (feitas em forno de lenha). São as especialidades da casa e fazem jus à fama que têm. Deliciosas!!

Ficamos instalados na Casa do Ouriço (deixo-vos o link do booking). A nossa casa parecia uma casinha de bonecas. O local mais requisitado da casa foi claramente a cama de rede que está no alpendre e que convida a uma sesta ou a um serão à conversa pela noite dentro!

IMG_20200705_095124.jpg

No dia seguinte e depois de um pequeno almoço maravilhoso (se tivesse aquele pão todos os dias em casa o que seria de mim ....) seguimos para as Fragas de São Simão para percorrer os novos passadiços (inaugurados 2 dias antes do nosso fim de semana) e tomar uns banhos refrescantes na praia fluvial das Fragas.

IMG-20200705-WA0044.jpg

IMG_20200705_113933.jpg

E em dias de calor como apanhamos não há nada melhor do que um banho refrescante nas águas frescas das piscinas naturais que caem directamente das cascatas!

Depois de tantos banhos e caminhadas eram horas de almoçar. Fomos ao restaurante Grelhados (a picanha é uma delícia e o bolo de bolacha também!).

Como no domingo estava um calor abrasador passamos o dia em banhos refrescantes e o destino seguinte foi a praia fluvial do Mosteiro. A piscina tem espaços verdes onde se pode descansar à sombra e uma extensa piscina natural com uma pequena cascata. Adoramos!

Se quiserem podem alugar uma canoa e dar um passeio.

Não podiamos regressar a Lisboa sem passar no Baloiço de Trevim para contemplar a vista e tirar a foto da praxe.

IMG-20200705-WA0060.jpg

Foi um fim de semana intenso em que tanta coisa coube em apenas 48 horas mas ainda ficou muita coisa por ver pois as aldeias do xisto estão cheias de maravilhas para descobrir e ficou um vontade enorme de voltar!

Aventurem-se, partam à descoberta do nosso país. Não é preciso ir muito longe para encontrar paisagens maravilhosas, locais paradisíacos dignos de cenários de filme. Descubram Portugal! Há tantos locais maravilhosos e cativantes para descobrir!

Boa viagem!

Sofi

 

 

 

Sobre a blogger

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Ana D.

    O comentário acima é meu. Peço desculpa pelo lapso...

  • Anónimo

    Muito obrigada pelas sugestões!!Também tenho uma l...

  • Sofi

    Olá! Ainda bem que gostaste das dicas! Bjs grandes...

  • Anónimo

    Boas sugestões,e o tempo no Porto está óptimo! Bji...

  • Sofi

    Que bom saber que gostou! é muito bom receber o vo...

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub