Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sofi Plus Four

O meu nome é Sofia, mãe de 3 filhos, coração do Norte, a viver em Lisboa há uns anos. Somos uma família de 5, animada, destemida, sempre prontos a fazer as malas e viver novas aventuras Home is where my family is.

Sofi Plus Four

O meu nome é Sofia, mãe de 3 filhos, coração do Norte, a viver em Lisboa há uns anos. Somos uma família de 5, animada, destemida, sempre prontos a fazer as malas e viver novas aventuras Home is where my family is.

16
Jan20

Um fim de semana de sol e muito passeio!

Este fim de semana que passou aproveitamos o sol que se fez sentir em Lisboa e não parámos em casa!

Sábado de manhã aproveitei a ida habitual dos mais velhos ao surf com a Lisbon Wave School e passei uma manhã bem divertida com a Benedita na praia de Carcavelos.

IMG_20200111_103845.jpg

A praia é o nosso "habitat" natural e quando está bom tempo um dos nossos locais de eleição para uns bons passeios.

Enquanto os irmãos surfavam houve tempo para apanhar pedras e conchinhas, jogar à bola, fazer construções na areia e correr muito para aquecer (porque apesar do sol estava frio) e ainda houve tempo para dormir uma sesta - o que foi óptimo porque à tarde tinhamos um novo programa e não havia tempo para a "formiguinha" dormir a sesta.

A seguir ao almoço fomos conhcer um espaço que ainda não tinhamos visitado, a Fábrica do Braço de Prata em Marvila. Levamos a Benedita e assistir à peça "Sapato Especial" da Cativar - Teatro para a Infância. A Benedita, que é irrequieta por natureza adorou, de tal maneira que me deu dois beijinhos no final de tão feliz que estava (para quem não a conhece digo já que dar beijinhos é algo que a Benedita guarda para momentos muito muito especiais e não é para qualquer um ;)).

IMG_20200111_161108.jpg

Para domingo uma nova aventura já estava planeada: um passeio cheio de ar puro pela verdejante Serra de Sintra até ao Santuário da Peninha (ou também conhecido como a Capela de Nossa Senhora da Penha)!

Se nunca visitaram este local confiem em mim, vale mesmo a pena! Mas escolham um dia de céu aberto para poderem apreciar toda a beleza da vista sobre as praias de Cascais e Sintra e do resto da costa norte que se avista até à Ericeira e mesmo sobre Lisboa e a ponte 25 de Abril que se avista facilmente.

Subam a escadaria até ao ponto mais alto do Santuário - vale a pena pela vista privilegiada a quase 360º que têm lá de cima. Não se assustem, são apenas cerca de uma centena de degraus ;).

Aproveitem para esticar as pernas e dar um passeio nas imediações e encham os pulmões de ar puro!

IMG_20200112_121718.jpg

IMG_20200112_123320.jpg

IMG_20200112_121655.jpg

A ideia a seguir era ir almoçar aos cachorros da Boca do Inferno mas num dia de sol fantástico como estava várias dezenas de outras pessoas tiveram a mesma ideia.

Decidimos assim ir até à cidadela de Cascais almoçar à Taberna da Praça, restaurante do Pestana Cidadela Cascais localizado na Praça, dentro das muralhas da Cidadela.

Foi um almoço super agradável e a Praça tem espaço para os miúdos brincarem, correrem e jogar à bola.

A seguir ao almoço eram horas de voltar a Lisboa e descansar um bocado no sofá a ver um filme....Sim esta família irrequieta também gosta de descansar!

Assim se passou o nosso fim de semana...cheio de programas todos juntos como mais gostamos!

bjs

Sofi

15
Jan20

Dicas para a marcação de viagens!

Olá meus queridos! 

Uma vez que ando numa senda de marcação de viagens para este ano (algumas das que vos falei no último post) lembrei-me de vos dar algumas dicas da melhor forma de pesquisarem viagens de avião e hóteis para conseguirem os melhores preços.

Para a marcação dos voos normalmente utilizo as aplicações da Skyscanner ou da Edreams.

Podem inserir as datas que pretendem (se são flexíveis ou não), destinos pretendidos, se o voo é de ida e volta ou só de ida, número de pessoas e tarifa pretendida (como viajamos normalmente os 5 é sempre económica :)).

Tenho aliás estas aplicações no telemóvel (além da aplicação do booking de que já falarei mais à frente e da Momondo que também utilizo). Podem monitorizar os preços das viagens que pretendem e criar alertas de forma a serem avisados caso apareçam viagens a preços mais baratos e receber newsletters com ideias e inspirações para as próximas viagens.

IMG_20200115_120456.jpg

IMG_20200115_120542.jpg

Screenshot_20200115_120427_com.huawei.android.laun

O programa de pontos da Star Alliance da Tap também é vantajoso por isso se tiverem muitos pontos também pode compensar fazerem a marcação através do programa Miles and Go. Por exemplo agora em Março marquei o voo para Nice através do programa de milhas da TAP e compensou imenso! 

Relativamente aos hóteis usamos normalmente o Booking, ou caso seja mais adequado para a viagem em questão um apartamento, a plataforma do Airbnb (embora prefira claramente o booking pois o ano passado a experiência do apartamento do Airbnb em San Sebastian não correu muito bem! Se quiserem depois conto-vos!!)

Para mim o Booking é uma plataforma fantástica e tem sido o ideal para a marcação das nossas férias. Aliás pelo facto de já termos efectuado inúmeras marcações através desta plataforma acedemos ao programa Genius nível 2 que tem uma série de vantagens (desde descontos entre 10% e 15% em alojamentos seleccionados, pequeno almoço gratuito em alojamentos seleccionados, upgrade de quartos gratuitos).

Além disso uma série de alojamentos têm a opção de cancelamento gratuito até uma data bastante próxima da estadia o que para nós que, por questões de orçamento tentamos organizar as férias e escapadinhas com alguma antecedência, é óptimo pois posso marcar e depois ir controlando outras opções (mais baratas ou melhor localizadas) que possam aparecer.

Faço desde já aqui um pârentisis para dizer que não estou a fazer publicidade à Booking ou a qualquer outra plataforma mencionada acima pois não tenho qualquer parceria com as mesmas. Estou apenas a passar-vos a minha experiência de utilizadora :).

Relativamente ao booking faço também aqui um alerta e dou-vos um conselho: às vezes compensa contactar directamente o alojamento e comparar o preço para a estadia pretendida. Nem sempre acontece mas já nos aconteceu a reserva feita directamente no alojamento ou no site do alojamento ficar mais barata ou porque o hotel tem algum programa de desconto específico ou por outra razão qualquer. 

Estas plataformas são realmente uma ferramenta extraordinária para quem quer viajar e permitem que organizem as vossas férias à vossa medida e estilo, com muito maior flexibilidade do que numa agência e dentro do orçamento que cada família estipule para si.

Na verdade numa agência estão muito mais presos aos programas pré-estabelecidos, estilo "pacote", e se quiserem sair desses programas pré-determinados vai-vos ficar muito mais caro. 

Mas faço aqui um pequeno aditamento: para alguns destinos podem ter toda a vantagem em marcar a viagem através de uma agência de confiança. Além de estarem totalmente apoiados caso alguma coisa corra mal no destino (o alojamento não corresponde ao pretendido, surge um problema com um transfer ou qualquer outra questão) têm um contacto directo que vos pode ajudar sem grande stress a resolver o problema.

Dito isto tudo a verdade é que para marcar uma viagem o ideal é: depois de escolherem o vosso destino, pesquisem muito, percorram as plataformas que costumam usar, ou se preferirem a uma agência da vossa confiança, para efectuar as vossas marcações e comparem sempre os preços.

E divirtam-se! Pesquisar um destino e depois planear toda a viagem pode ser extremamente divertido e se tiverem miúdos e eles forem mais velhos envolvam-nos neste processo! Eles adoram e torna toda a viagem muito mais empolgante!

Bj

Sofi

07
Jan20

2020 e agora...onde vamos?

Antes de mais um Bom Ano a todos!

2019 foi o ano em que "dei vida" a este blog que já andava a magicar e a fervilhar na minha cabeça há algum tempo. 

2020 será o ano ideal para o mesmo florescer e se fortalecer. Ele já faz parte da minha vida e espero que neste ano venha cada vez mais a fazer também parte da vossa. Na verdade tenho um prazer enorme em "alimentar" este meu cantinho, escrever e partilhar as nossas aventuras e descobertas, muitas vezes mesmo sem pensar quem estará desse lado a ler-me mas na verdade tudo faz mais sentido se estiverem aí, como que a acompanharem-me nesta jornada e a partilharem também comigo as vossas aventuras e desventuras.

O final de ano serve claro para fazer o balanço do que passou mas também para traçar planos para o futuro. E para a nossa família com bichos carpinteiros claro que as viagens fazem parte desses planos! 

Este Natal uma cunhada muito muito querida deu-me o presente ideal para me inspirar a traçar novas aventuras! 

Foto livro viagem.jpg

E claro que esta família irrequieta já tem alguns passeios bem giros planeados para este ano!

Começamos o ano com um passeio aqui bem perto para apresentar a Benedita à neve......!! 

Este ano entre outras viagens que temos programadas, obras em casa e outros projectos não conseguimos marcar a nossa viagem à neve mas um passeio à nossa tão querida Serra da Estrela (planeado por esta mãe inventiva) vai ser também uma aventura de que todos vão gostar imenso!

Vamos ficar instalados no Luna Hotel Serra da Estrela (nunca lá fiquei. Se conheceram digam coisas). É bem perto da Torre e tem um ar de Chalet na Montanha que acho que os miúdos vão adorar!

E esta visita relâmpago de 48 horas à neve irá passar a correr entre lutas de neve, passeios no Parque Natural da Serra da Estrela, uma visita ao Museu do Pão em Seia entre outros passeios a programar.  

Vamos encher os pulões de ar puro da montanha para regressar depois plenos mas cansados ao buliço da vida citadina!

Logo de seguida em Março seguimos a dois até França para um passeio que será um misto de lazer e trabalho (para a minha cara metade) por Cannes, Nice, Mónaco e outras paragens a descobrir na Côte d'Azur. É uma zona de França que ainda não conheço e estou desejosa de descobrir!

Em Junho uma nova aventura: uns dias a 5 passados em Madrid! Passeios no Parque do Retiro, descobrir os corredores do Museu Rainha Sofia, uma ida ao Estádio Barnabéu (sim Gonçalo, não te preocupes!), perdermo-nos nos cheiros e cores do Mercado de São Miguel e muito mais nos reserva certamente esta cidade cheia de salero!

Já em Agosto e depois de uns dias passados a Norte a descansar como já é tradição rumamos a descobrir os segredos das mil e uma noites da Turquia.

Uns dias embrenhados nas ruas e buliço de Istambul seguidos de uns dias de aventura na Capadócia e uma semana em Kas na Costa Lycia onde nos esperamos perder pelas estradas recortadas com o azul turquesa do mar, comer bem e descansar muito.

foto Kas.jpg

O que nos reserva o resto do ano? Ainda não sei, projectos tenho muitos e sei com toda a certeza que mais aventuras nos esperam ao virar da esquina, seja mesmo aqui ao pé de casa ou do outro lado do mundo!

E vocês? Que aventuras já têm planeadas para 2020?

Onde quer que seja, perto ou longe deixem-se levar pela imaginação! Há sempre aventuras diferentes à nossa espera onde quer que seja!

IMG_2742.jpg

Boa viagem e Bom Ano!

Sofi

03
Dez19

A magia do Natal!

Olá a todos!

O Natal está a chegar a passos largos e para quem ainda tem uns dias, e orçamento, guardado para viajar nesta altura do ano existem inúmeras opções.

Claro que é aliciante nesta altura do ano em que já começamos a ficar fartos de chuva e frio viajar para paragens mais quentes mas esse tipo de viagens implicarem maior flexibilidade quer quanto ao número de dia de férias, quer quanto ao investimento necessário.

Além disso existem destinos próximos e que nos propiciam uma experiência mágica que nos permite abraçar totalmente esta época natalícia que se aproxima a passos galopantes.

Antes de vos deixar aqui alguns descobri noutro dia uma plataforma, a Waynabox que permite adquirir uma experiência surpresa, a surpresa de Natal, que permite descobrir os melhores mercados de Natal da Europa. A experiência, que tem o valor mínimo de 400 euros por pessoa, inclui 4 dias de estadia com alojamento, voos e uma actividade surpresa. Apenas têm de indicar na plataforma o número de pessoas a viajar, indicar as datas pretendidas, eliminar os destinos que não vos agradam e escolher o tipo de alojamento pretendido.

Atenção que já vi críticas favoráveis a esta plataforma mas nunca experimentei por isso não posso dizer-vos por experiência própria como funciona.

Deixo-vos então algumas ideias de destinos que considero especialmente mágicos nesta altura do ano (sem qualquer ordem de preferência):

1. Dresden, Alemanha;

dresden-natal.jpg

A Alemanha é famosa pelos seus mercados de Natal e todos os anos muitos europeus viajam a este país para serem contagiados pelo verdadeiro espírito natalício.

O mercado de Dresden, o Strizelmarkt, é o mercado mais antigo da Europa e remonta a 1434. 

2. Nuremberga, Alemanha;

mercado natal Nuremberga.jpg

O mercado de Christkindlesmarkt é um dos mais conhecidos da Alemanha. Aproveitem para provar vinho quente, os típicos biscoitos de Lebkuchen e salsichas grelhadas. Decorre de 30 de Novembro a 24 de Dezembro.

3. Bruxelas, Bélgica;

Bruxelas.jpg

Quando chega a época natalícia, Bruxelas organiza um evento chamado Plaisirs d’Hiver. Este ano marcado para 29 de novembro a 5 de Janeiro é o grande mercado da cidade e das festas de fim de ano. O evento é organizado na Grand Place no centro de Bruxelas. Além de um mercado de natal o evento tem também inúmeras actividades e animações como uma roda gigante, uma pista de gelo, uma árvore de Natal gigante e um mercado com mais de 200 tendas e barraquinhas.

4. Tallinn, Estónia;

tallinn estónia.jpg

A época de Natal é uma época especialmente bonita para visitar a cidade. Na praça principal da cidade existe todos os anos um mercado de Natal encantador onde é possível experimentar iguarias típicas da Estónia, incluindo vinho quente com especiarias, entre outros. O mercado funciona de 16 de Novembro a 7 de Janeiro

Este mercado foi inclusivamente eleito o melhor mercado de Natal de 2018.

O centro da praça da Câmara Municipal alberga todos os anos uma enorme árvore de Natal, e é à volta da mesma que o mercado se forma. As lendas locais dizem inclusive que foi neste local que surgiu em tempos idos a tradição da árvore de Natal que depois se espalhou por todo o mundo.

5. Zagreb, Croácia;

zagreb balões.jpg

Todos os anos os ceús da capital da Croácia enchem-se de balões de fogo. O evento "Christmas Light of Wishes é já uma tradição do Natal desta cidade croata no qual os participantes se juntam emf rente da Biblioteca Nacional e lançam lanternas aos céus com pedidos de desejos.

Não sendo um destino óbvio para a época natalícia a verdade é que a cidade se transforma nesta altura do ano e adquire uma atmosfera mágica.

6. Londres;

winterwonder land.jpg

Londres fica especialmente mágica nesta altura do ano. É uma cidade que veste muito bem as cores natalícias, sendo esta uma das cidades mais entusiasmantes para ser visitada nesta época do ano.

Desde ao Winter Wonderland, no Hyde Park, uma mercado na Southbank junto ao Tate Modern bem como as decorações espalhadas pela cidade e as músicas natalícias que se ouvem a cada esquina tudo torna esta cidade maravilhosa nesta altura do ano!

7. Nova Iorque;

rockefeller nyc.jpg

Quando penso em Nova Iorque no Natal lembro-me logo do "Sozinho em casa II". Esta é uma cidade entusiasmante em qualquer altura do ano mas adquire também um glamour especial na época natalícia.

Existem alguns clássicos que fazem parte da alma natalícia da cidade:

- Ver as Rockettes no Radio City Music Hall;

- Patinar na pista de gelo do Central Park (é maior e menos confusa que a de Rockefeller Center e que a pista que costuma ser instalada no Bryant Park nesta altura do ano);

- Ir a um Mercado de Natal (no Bryant Park - o que prefiro - em Union Square, entre outros);

- Passear em Dyker Heights Brooklyn e deliciar-se com as decorações natalícias das casas que competem umas com as outras em exuberância;

- Ver o Quebra Nozes no Lincoln Center;

- Maravilhar-se com as montras de Natal da 5.ª e da 6.ª Avenidas como a Cartier, a Tiffany's, o Saks.

8. Paris;

Paris mercado de natal.jpg

Qualquer altura do ano é boa para visitar Paris mas a cidade da Luz nesta época do ano ganha uma magia própria.

As decorações nas ruas e nos monumentos, o Christmas Market no Trocadero, o Christmas Village de compras em Les Halles, a vila Natal no arco de la Défense, as pistas de gelo espalhadas pela cidade, sendo a mais conhecida a que todos os anos é colocada à frente do Hotel des Villes e as decorações de Natal espalhadas pela cidade tornam Paris ainda mais especial nesta época. 

Esta é também uma altura especial para visitar a Disneyland Paris e viver um Natal encantado com a Disney!

9. Riga, Letónia;

Riga Letónia.jpg

Em Riga vive-se verdadeiramente o espírito natalício com a cidade toda vestida de branco e vermelho e caiada de neve e salpicada de mercados de natal por todo o lado.

Bancas pitorescas a servir produtos artesanais, o cheiro do vinho quente com especiarias, os enfeites e as luzes natalícias invadem a praça central junto da Câmara Municipal.

10. Rovaniemi, Lapónia, Finlândia;

Levar as crianças a conhecer o verdadeiro Pai Natal na Lapónia é a "verdadeira experiência natalícia".

O verdadeiro ex-libris é a visita à casa do Pai Natal. Na aldeia existe um posto de correio onde chegam cartas dos 4 cantos do mundo. Podem ser feitos passeios puxados por renas ou de snowmobiling.

É possível viajar para Rovaniemi de comboio partindo de Helsinquia. Demora cerca de 12 horas a percorrer os 825 kms que separam Rovaniemi da capital da Finlândia. O trajecto é demorado...sim, mas para quem vai com crianças a viagem de comboio pode ser uma aventura verdadeiramente mágica. Dormir num comboio com a neve a cair lá fora à espera de para lá dos mantos brancos que vão "passando" pela janela encontrar o Pai Natal pode ser um verdadeiro acontecimento que ficará para sempre gravado na memória.

Claro que também é possível fazer a viagem de avião.

Se não puderem viajar nesta altura procurem a magia do Natal na vossa própria cidade. Existem mercados de natal, decorações maravilhosas, presépios vivos e muito mais por descobrir por este país fora.

Boa viagem e Feliz Natal!

Sofi 

06
Nov19

A chuva não nos prende em casa!

O fim de semana passado esteve chuvoso mas não são uns pingos de chuva que intimidam esta família destemida!

No sábado aproveitamos as tréguas da chuva durante a tarde e enquanto o Gonçalo surfava levamos a Benedita à Quinta Pedagógica dos Olivais. A Quinta fica nos Olivais e a entrada é gratuita.

A Quinta é um projecto muito interessante do município de Lisboa que permite às nossas crianças tão citadinas conviver de perto com alguns animais da quinta, conhecer as árvores da fruta que já comem mas acham que vem do supermercado, e ver as plantas da horta a crescer.

Além de passear pela quinta e conhecer os seus recantos e vários habitantes, também podem inscrever os vossos filhos numa das várias actividades diárias disponíveis, desde actividades relacionadas com as plantas, legumes e frutas da horta, participar nos cuidados aos animais que vivem na quinta, fazer pão, entre outras.

As actividades são também gratuitas. Apenas devem consultar o calendário das mesmas na página da quinta.

A Benedita adora animais por isso não podiamos ter arranjado melhor programa para a tarde.

IMG_20191102_161446.jpg

IMG_20191102_162204_BURST001_COVER.jpg

Voltamos a casa para lanchar e ainda houve tempo para a Benedita explorar as plasticinas novas compradas nas férias.

IMG_20191102_181906.jpg

Domingo estavam previstas algumas abertas entre chuviscos e como era o último dia de férias dos mais velhos da casa decidimos acordar cedo, aproveitar o dia e partir à aventura. O destino foi Mafra e a Ericeira.

A primeira paragem foi o Palácio Nacional de Mafra. A entrada no Palácio de Mafra é gratuita aos domingos até às 14h), por isso para quem vive nos arredores é uma óptima ideia para um programa cultural ao fim de semana.

IMG_20191103_104723.jpg

   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_20191103_104910.jpg

IMG_20191103_113720.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_20191103_114116.jpg

IMG_20191103_120620.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nós gostamos imenso de passear e conhecer os recantos e o património do nosso país. Actualmente existe uma enorme oferta de actividades, museus e monumentos que em determinados dias têm entrada grátis. Muitos têm entrada grátis ao domingo, alguns apenas ao domingo de manhã ou à tarde. O melhor é descobrirem o que querem visitar e consultar a página da Pumpkin ou o site do próprio museu ou monumento para mais informações.

Quando saimos do Palácio o tempo não estava convidativo a passeios a pé por isso fomos directos à Ericeira. Tinhamos planeado ir ainda à Aldeia Típica José Franco mas a chuva obrigou-nos a adiar esse plano para dias mais solarengos.

Felizmente quando chegamos à Ericeira o sol voltou a dar um ar de sua graça. Já estavamos todos esfomeados do passeio da manhã por isso fomos directos ao GIG - Green is good almoçar.

Que sítio fantástico! Pedimos o brunch normal para dois e o brunch GIG para dois e uns sumos naturais para acompanhar e estava tudo uma delícia! Se passarem pela Ericeira e vos apetecer uma refeição saudável mas deliciosa não percam este restaurante cuja ementa faz juz ao seu nome. Green is really good!!!

IMG_20191103_130359_BURST001_COVER.jpg

IMG_20191103_132420.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_20191103_150401.jpg

Os surfistas da família estavam desejosos de acabar o almoço e ir espreitar o swell dos spots de surf da zona. Mas antes, e porque esta família de gulosos não resiste a um bom gelado em qualquer altura do ano não resistimos ao apelo da Gelataria Nutwood, que fica mesmo ali ao lado! Os gelados são deliciosos, experimentem!

IMG_20191103_145224.jpg

A Ericeira além de ser um santuário dos surfistas (está integrada na Reserva Mundial de surf) é uma vila de pescadores linda e vale a pena calcorrear a pé as suas ruas e a marginal que se estende por entre a encosta recortada.

IMG_20191103_150553.jpg

IMG_20191103_130920.jpg

Depois de passear pelo centro e de observar os surfistas da areia era tempo de ir conhecer uma das praias mais conhecidas da zona e palco do campeonato mundial de surf, a praia de Ribeira d'Ilhas. A praia está encaixada num vale entre arribas elevadas e é linda.

Ficamos cheios de voltar com melhor tempo para os meus filhos surfarem e nós aproveitarmos a esplanada e um final do dia a ver o pôr do sol.

Foi um dia fantástico e ficamos prontos para a nova semana de energias renovadas e a sonhar onde nos irá levar a próxima aventura.

O nosso país de facto é lindo, temos uma costa fantástica que vale a pena percorrer de lés a lés e vilas e cidades lindas espalhadas por todo o país com um património cultural riquissimo para conhecer. Só é preciso olhar para o mapa, escolher o próximo destino e partir à aventura!

Boa viagem!

Sofi

 

 

 

 

31
Out19

Regressar às origens

Nesta altura de final de Outubro e início de Novembro a maioria das escolas estrangeiras fazem uma pausa nas aulas e o liceu francês não é excepção.

Resolvemos aproveitar as férias dos mais velhos (e como para a Benedita faltar uns dias à escola ainda não faz diferença) para passar uns dias na nossa Invicta do coração....rever amigos, família, voltar aos sítios que nos são mais queridos. São sempre dias muito bons e que nos fazem voltar para Lisboa cansados mas de coração cheio .

Ia cheia de planos de actividades e sítios para visitar com os 3 pestes da casa mas os virús, viroses e afins que teimaram em não deixar a maison Fugas em paz trocaram-me as voltas. Mas entre idas ev vindas à CUF, diversas excursões às farmácias locais e muito mimo ainda houve tempo para alguns passeios e programas...só que não para todos, infelizmente. As meninas da casa ficaram a semana quase toda "de molho" e aproveitaram muito pouco estes dias...o que fez com que o Gonçalo tivesse alguns dias de filho único. 

Em apenas 4 dias no Porto conseguimos encaixar (e sem grande esforço) a festa de primeiro aniversário da nossa querida sobrinha, um jantar de amigos, uma ida a Serralves e um passeio pela Ribeira e baixa do Porto e ainda houve tempo para tratar de uma série de assuntos "mais burocráticos" pendentes e que ficam sempre para tratar nestes "regressos".

IMG_20191022_203138.jpg

 

 

 

 

IMG_20191023_200422.jpg

 

Sempre que vamos ao Porto com algum tempo (o que às vezes entre almoços e jantares com amigos e família, aniversários e afins é difícil) programo sempre um ou mais dias com um programa mais "turístico" nos quais visitamos locais, museus e monumentos emblemáticos da cidade. Gosto que os meus filhos tratem a cidade por "tu" e que se sintam "em casa".

Um dos sítios que mais gostamos de visitar é o Museu de Serralves e os seus jardins. Estava cheia de vontade de percorrer o Treetop walk (passadiço elevado junto às copas das árvores dos jardins de Serralves) e não fiquei desiludida...muito pelo contrário! Se ainda não visitaram esperem por um dia mais solarengo e não percam este percurso!

É uma experiência fantástica. É extraordinário como no meio da cidade nos conseguimos sentir envolvidos de Natureza, ar puro e paz por todos os lados!

IMG_20191023_152432.jpg

IMG_20191023_152617.jpg

Depois de percorrerem o passadiço não deixem de passear pelos jardins tranquilos, de parar para beber um chá na casa de chá ou, se levarem crianças, de visitar a quintinha e, claro, o Museu.

IMG_20191023_150742.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_20191023_150919.jpg

IMG_20191023_171607_740.jpg

IMG_20191023_153138.jpg

Ainda não tinha levado os miúdos ao Palácio da Bolsa, por isso decidi fazer um roteiro para uma tarde de passeio que incluísse uma passagem por este edifício emblemático da cidade.

Gostámos muito de passear pelos corredores deste Palácio que já albergou a Bolsa de Valores e descobrir a sua história. Descobrimos ainda um tio avô longínquo da família cujo legado junto da Associação Comercial se encontra reconhecido nos seus retratos pendurados em duas salas do edifício e que por qualquer razão me chamaram a atenção.  

IMG_20191024_144546.jpg

IMG_20191024_151045.jpg

IMG_20191024_145630.jpg

IMG_20191024_144304.jpg

Saindo do Palácio da Bolsa continuamos o nosso passeio pela Ribeira do Porto até à Ponte Dom Luís. Estava um lindo dia de sol (sim, parece estranho...pois nos últimos tempos tem sido um dilúvio constante). A vista da ponte sobre as duas cidades é de cair para o lado e traz-me toda a nostalgia de dias felizes vividos nesta nossa cidade (ai....se as pedras falassem!).

IMG_20191024_143646.jpg

IMG_20191024_153108.jpg

IMG_20191024_153116.jpg

IMG_20191024_153742.jpg

IMG_20191024_153822.jpg

IMG_20191024_153921.jpg

Outros passeios ficaram por fazer que terão de esperar por um novo regresso a nossa cidade do coração (dessa vez sem virus na bagagem, espero).

Mas os nossos "regressos" ao Porto não vivem só de passeios turísticos. São sim a oportunidade perfeita para matar saudades das pessoas de que mais gostamos e dos nossos cantinhos preferidos da cidade.

Para os miúdos não pode faltar nunca uma ida à Bacelar para comer os famosos enroladinhos de fiambre, quando o tempo permite um passeio no Homem do Leme e uma bebida tomada na esplanada com "cheiro" a maresia enquanto a Benedita brinca no parque, um passeio ou um piquenique no Parque da Cidade, um passeio na Baixa com direito a um éclair da Leitaria da Quinta do Paço, um almoço ou jantar em família num restaurante que é quase a nossa casa quando vamos ao Porto (o Treze), uma ida à casa da bivó para assaltar a lata das bolachas e comer uma fatia de bolo caseiro e muitos e bons momentos partilhados com a família e os amigos.

As nossas idas ao Porto são acima de tudo isso...a oportunidade para matar saudades da familia e dos amigos mais próximos...na maioria das vezes à mesa.

Se também gostam de bons momentos partilhados à mesa com quem mais gostam deixo-vos aqui algumas dicas de restaurantes a que gostamos muito de regressar quando vamos ao Porto. A escolha que deixo abaixo é abrangente em termos de estilo de restaurante (dos spots mais in na cidade aos mais tradicionais e familiares) e de valores:

Opções mais "gourmet" e consideradas dos "spots" in da cidade

- Euskalduna Studio;

- Officina

- Casario;

- Enoteca - Real Companhia Velha;

- Mistu

 

Mais familiares

- Pizzaria Luzzo na Avenida da Boavista

- Ikeda na Rua do Campo Alegre;

- Bar Tolo Meu;

- Oporto no Passeio Alegre;

- Treze (junto ao Mercado da Foz);

- Lapa Lapa na Praia do Molhe

- O António em Leça

Se forem fãs de brunch: a Camélia Brunch Garden na Rua do Passeio Alegre ou o Zenith Brunch and Cocktails na Praça Carlos Alberto são as nossas opções preferidas.

Se quiserem aproveitar o dia até às tantas e beber um copo ou dançar até de madrugada não há que enganar. Vão até aos bares da Praça Dona Filipa de Lencastre ou a um dos muitos bares situados na Rua das Galerias Paris ou da Rua Cândido dos Reis como a Casa do Livro, o Plano B, a Gin House ou muitos outros. Em qualquer altura do ano, e desde que não esteja a chover, a conversa animada de pessoas de copo na mão enche estas ruas e convidam a estender o dia por mais algumas horas. 

Por isso, seja para rever família ou amigos, para fazer uma primeira visita mais turística ou um regresso para conhecer melhor os "cantos à casa" não deixem de ir/voltar a esta cidade que está cada vez mais vibrante e que como é apanágio do Norte vos irá receber sempre de braços abertos.

Boa viagem!

Sofi

16
Out19

Olé Sevilha!

No final de Setembro e para encerrar a época balnear em beleza decidimos partir em mais uma aventura com os miúdos. Desta vez o destino foi Sevilha. Carregamos o carro e rumamos a Sul para 48 horas intensas de aventura e descoberta!

A Francisca e o Gonçalo já tinham estado em Sevilha quando há uns anos, em viagem para Granada, lá paramos para almoçar. Mas essa visita relâmpago não lhes deu tempo para conhecer e desfrutar desta bela capital da Andalúzia.

O objectivo era conjugar um dia de diversão e aventura na Isla Mágica com um dia de passeio pela cidade...e assim foi!

Ficamos instalados na Ilha Cartuja no hotel Exe Isla Cartuja. Queríamos ficar instalados num hotel o mais perto possível da Isla Mágica pois já sabiamos que este ia ser um dia intenso que iria começar cedo e durar até ao pôr do sol.

Sábado de manhã depois de um bom pequeno almoço para ganhar forças para a aventura lá fomos para a Isla Mágica.

Foi um dia fantástico. Para nós este é dos programas que mais gostamos de fazer em família. Dêem-nos um parque temático cheio de adrenalina e temos a chave para horas bem passadas em família, gargalhadas, cansaço do bom daquele que nos deixa um sorriso rasgado na cara e memórias de momentos passados todos juntos que tenho a certeza ficarão para sempre guardadas.

A Isla Mágica é um espaço enorme e quando chegamos ainda andamos um bocado "às aranhas" até nos orientarmos. Por isso aconselho a antes de irem estudarem o mapa do parque e assinalarem as diversões que querem experimentar para ser mais fácil organizarem o dia e poderem experimentar percorrer todas as atracções disponíveis sem stress de horas - até porque por experiência própria algumas diversões vão querer sem dúvida repetir!

Nós tivemos de nos revezar para que eu ou o Pedro pudessemos ficar sempre com a Benedita enquanto o outro acompanhava à vez a Francisca e o Gonçalo nas atracções com mais adrenalina.

A montanha russa Jaguar, o Iguaçu, o Desafio, a Anaconda, os rápidos de Orinoco e o Voo do falcão são sem dúvidas atracções a experimentar e repetir!

IMG_20190928_134655.jpg

 

IMG_20190928_152422.jpg

Para os mais pequeninos há um espaço temático próprio que a Benedita adorou, a Fonte da Juventude, onde andou na roda Primavera e brincou com as fontes de água.

IMG_20190928_163738.jpg

Fizemos ainda um passeio de barco (a Travessia) que permite ver o parque todo da água. O Parque é bonito, com um lago enorme no centro e cheio de jardins por todo o lado.

Existem várias zonas de refeições espalhadas pelo parque mas não contem com refeições extraordinárias. É comida fast food para remediar e tirar a fome :). Mas na verdade com tanta coisa para ver e fazer não vão querer perder muito tempo a almoçar!!

IMG_20190928_193450.jpg

IMG_20190930_000955_653.jpg

Visitem também a Água Mágica - nós acabamos por não ir. Podem comprar um bilhete combinado para os dois. Estejam também atentos às promoçoes que aparecem no próprio site da Isla Mágica. Eles disponibilizam inclusivamente promoções de entradas no parque e alojamento para famílias. Vão ver o site e procurem a opção que se ajusta melhor à vossa família.

Depois de um dia intenso a nossa vontade era aterrar no hotel e dormir até ao dia seguinte mas depois de um bom banho e uma horita de descanso no hotel ainda arranjamos forças para ir jantar no centro de Sevilha. E não podiamos ter tomado melhor decisão!

Depois de pesquisar alguns restaurantes escolhemos o pequeno e acolhedor Mama Bistro situado muito perto da Catedral de Sevilha (na Calle Mateos Gago). Adoramos o jantar e os miúdos também. A Benedita portou-se super bem e depois de um dia já intenso e comprido o jantar não podia ter corrido melhor. 

Experimentem o cochinillo de Segóvia (é uma especialidade!).

As ruas nas imediações da Catedral estão polvilhadas de espaços cheios de pinta em que só apetece entrar e sentar a beber um copo e picar qualquer coisa. Quando o tempo está bom as mesas e cadeiras das esplanadas cheias de gente bem disposta e animada enchem os passeios.

Depois do jantar aproveitamos a noite boa para dar uma volta pelo centro, admirar os belos edifícios de inspiração mourisca e "sentir" a cidade. 

IMG_2723.jpg

IMG_2724.jpg

IMG_2729.jpg

 

 

 

IMG_2732.jpg

 

 

 

 

 

 

 

Sevilha está na lista das cidades que nos conquistaram à primeira vista e o nosso amor pela mesma vai crescendo à medida que conhecemos melhor os seus cantos e histórias.

É uma cidade linda, com a sua arquitectura de traços mouriscos, as cores vibrantes dos edifícios, num misto de tradição e modernidade, cheia de personalidade,  e com um salero e movida muito próprias que deve ser desfrutada a pé calcorreando as ruas nos arredores da Catedral pelo emaranhado de ruas cheias de esplanadas, que convida a sentar numa das esplanadas dos bares ou restaurantes e beber uma copa ou experimentar as tradicionais tapas.

Para mim esta bela cidade andaluza, que transpira flamenco em cada esquina reune a essência do salero e força espanhola.

De visita a esta cidade não percam a Catedral de Santa Maria da Sede (tal como em Santiago de Compostela tivemos azar pois a Catedral está em obras pelo não pudemos apreciá-la no seu todo) e não deixem de subir à Torre da Giralda para apreciarem as vistas da cidade. A Torre era um antigo minarete (do período mourisco) convertida em Torre do sino. A Catedral foi considerada Património Mundial pela Unesco.

IMG_20190929_120742.jpg

 

IMG_20190929_121437.jpg

Não deixem também de visitar o Real Alcázar. Este complexo palaciano e os seus jardins são talvez (a seguir ao Alhambra) dos monumentos mais bonitos que já visitamos em Espanha. Para evitar as filas comprem bilhetes online antes da visita (têm várias opções no site, desde bilhetes simples, com audio guia ou com um guia para vos conduzir pelos corredores dos palácios).

Nós fizemos o tour com guia e valeu a pena! Em certos locais acho que vale a pena ter um guia. Parece que os segredos, histórias e pormenores com que vão salpicando o tour dão vida ao monumento em questão e tornam a visita muito mais colorida do que um simples audio-guia.

IMG_20190929_160253.jpg

IMG_20190929_161128.jpg

IMG_20190929_161527.jpg

 

Não deixem de passear na Praça de Espanha, o bairro judeu de Santa Cruz e o bairro Triana.

A seguir a mais um saboroso almoço de tapas junto à Catedral eram horas de regressar a Portugal.

Deixamos Sevilha cansados mas felizes, todos com um sorriso de orelha a orelha, e com a sensação de que em menos de 48 horas conseguimos fazer 1001 coisas.

Encerramos em beleza o nosso ciclo de viagens do Verão e todos com uma vontade imensa de regressar a esta cidade com mais tempo (possivelmente durante a famosa Feria de Abril).

Por isso não são precisos muitos dias, nem viagens muito longe de casa para terem uma aventura em família. Descubram o que vos faz feliz, façam as malas e façam-se à estrada!

Boa viagem!

Sofi

 

01
Out19

Road trip Parte II

Depois de deixarmos Aviles e de "mergulharmos" na maravilhosa paisagem dos Picos da Europa seguimos viagem até San Sebastian, uma cidade que já nos é muito querida e onde já nos sentimos em casa.

Foram uns dias fantásticos mas que acabaram por fugir em parte ao "roteiro" programado por causa do tempo.

No dia em que chegamos, já bem tarde e depois de muitos kms percorridos, estava um calor abrasador.

Foi tempo de pousar as malas, arranjarmo-nos e sair para jantar, rumo à Zona velha da cidade. Uma mesa já previamente reservada esperava-nos no Gandarias, apesar da hora tardia, já com uns petiscos na mesa e apesar das horas irem já avançadas desfrutamos calmamente do jantar.

De regresso ao hotel foi tempo de absorver a "movida" das ruas da zona velha, a energia efervescente das ruas dos bares aproveitando ainda para repousar o olhar sobre a bela baía da Praia da Concha, sobre as águas tranquilas e salpicadas de pontos de luz dos barcos.   

San Sebastian é uma cidade com "salero". Cheia de personalidade e uma identidade muito própria, e tem tudo aquilo de que gostamos: praia, mar, areia mas também uma "movida" cosmopolita e sofistada. Ruas ladeadas de prédios lindos cheias de bares e restaurantes com as suas barras de "pintxos" que chamam por nós, lojas que nos atraem. É uma cidade para se desfrutar, para nela se deambular sem destino.

IMG_20190725_115316.jpg

No dia seguinte fomos explorar a zona velha da cidade (o centro histórico), situada no sopé do Monte Urgull, perdendo-nos sem rumo pelas suas ruas. 

Começamos por um passeio nos jardins de Alderdi Eder, situados em frente da Câmara Municipal e com vista para a maravilhosa Baía. Um fantástico carrossel de estilo "Belle Epoque" e o parque infantil aí situados fizeram as delícias da Benedita.

Carrossel San Sebastian.jpg

IMG_20190725_121422.jpg

Recomendo a subida ao Monte Urgull até ao Castillo de la Mota para usufruir das vistas sobre a Baía.

Já eram horas de almoço e os "pintxos" ja chamavam por nós e pediam uma pausa.

Aproveitando o calor tórrido que se fazia sentir nada como uns banhos e uma tarde relaxada na famosa Praia de La Concha. para terminar o dia em grande.

No dia seguinte rumamos a França (que fica logo ali ao virar da esquina ;)): primeira paragem Saint Jean de Luz, uma pequena vila à beira mar, a poucos quilómetros da fronteira.

Parece uma cidade de bonecas, com as suas casas caiadas de branco e portadas e telhados vermelhos

Fomos directos ao mercado. Lembrava-me de ter estado no mesmo quando ainda era adolescente e do cheiro dos queijos, especiarias, foie gras que se misturavam no ar e das cores das mil frutas e legumes expostos nas bancas expostas no interior do mercado e nas bancas situados à volta do mesmo, no seu exterior.

O mercado está aberto todos os dias das 7h à 13h. O mercado exterior onde vários produtores locais expõem os seus produtos encontra-se aberto todo o ano às terças e sextas de manhã e nos meses de Julho e Agosto também aos sábados de manhã.

Vale muito a pena uma incursão por este mercado e é muito dificil sair do mesmo sem um saco com uma qualquer iguaria.

Pelo que me recordo a vila já foi mais tranquila e com muito menos turistas mas continua a ser encantadora!

Entretanto o tempo atraiçoou-nos e começou a chover torrencialmente e tivemos de nos refugiar no primeiro restaurante que encontramos. Mas não foi a chuva que nos demoveu de continuarmos a nossa viagem.

O ex-libris do dia era a passagem por Hossegor - ou não tivesse em casa dois surfistas!

Ficamos todos verdadeiramente apaixonados por esta vila cheia de pinta e vibe surf e não foi a chuva que estragou o passeio. Apenas não conseguimos apreciar plenamente a beleza das praias - com sol naturalmente teria outro encanto.

Hossegor transpira surf por todos os lados! Das montras das lojas, às famílias inteiras de surfistas com muita pinta que andam na rua, aos restaurantes. Esta vila é a alma do surf da Europa.

Adoramos e os meus filhos já só falam em fazer uma surf trip a esta zona.

Ainda deu tempo para passar em Biarritz e o sol ainda deu um ar de sua graça que nos permitiu fazer um belo passeio à beira mar.

IMG_20190726_185200.jpg

Regressamos à base e a chuva deu tréguas durante a noite o que nos permitiu aproveitar a bela "movida" de San Sebastian "by night".

IMG_20190727_205932.jpg

No dia seguinte tinhamos planeado ficar em San Sebastian e subir ao Monte Igeldo de funicular (aconselho muito - é um passeio giríssimo!), mas a chuva voltou para nos atormentar e decidimos alterar os nossos planos.

Depois de um passeio rápido pelo Parque Cristina Enea (junto à Estação Norte de comboios), decidimos partir à aventura por França novamente. O destino Pirinéus e uma vila cujo nome nos chamou à atenção mas nunca poderíamos imaginar o que nos aguardava....Saint Jean Pied de Port foi sem dúvida a descoberta mais surpreendente de todas as férias.

A viagem até esta vila encantada já valeu a pena. Estradas sinuosas ladeadas do verde mais profundo, montanhas salpicadas aqui e ali por casas, o cheiro da terra molhada da chuva.....

Saint Jean Pied de Port à primeira vista pode parecer uma típica vila medieval, mas a visão desta vila do século XII que é o ponto de partida do caminho de Santiago é como um sonho.

Entramos na parte murada da cidade pela Torre da Igreja de Notre Dame du Bout du Pont e seguimos pela rue de Citadelle a qual se encontra repleta de lojas e albergues para os peregrinos, deanbulando depois pelas ruas e vielas desta vila mágica.

IMG_20190727_163530.jpg

IMG_20190727_164104.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_20190727_165055.jpgIMG_20190727_163328.jpg

 

 

 

IMG_20190727_162846.jpg

 Seguir pela rue de Citadelle subindo a colina de Mendiguren até à Cidadela (fortificação medieval) vale a pena pela vista magnífica que têm lá de cima.

Se forem gulosos (como eu!!) não deixem de parar na "La Fabrique de Macarons" para provar os vários sabores de macarons tradicionais (não aqueles cheios de cores da La Durée)...O cheiro a amêndoa e bolos acabados de fazer que enche o ar torna impossível resistir a entrar nesta loja.

Depois de mais umas voltas eram horas de regressar a San Sebastián para um último jantar de pintxos antes da partir no dia seguinte.

Em dia de despedida deixamos San Sebastián com a certeza de que iremos certamente voltar a esta cidade que já tem lugar cativo no nosso coração.

A viagem de regresso ainda teve direito a paragem na bonita cidade de Burgos e a um almoço espectacular no restaurante Casa Ojeda. Experimentem o cordero lechal (cabrito assado no forno)...não se vão arrepender!

IMG_20190728_154404.jpg

Depois de um almoço fantástico e um passeio pela cidade com paragem na Catedral de Burgos estava na hora de voltar a Portugal para descansar mais uns dias a Norte e carregar baterias depois das centenas de kms percorridos.

Terminada a nossa tão esperada road trip em família só vos posso dizer que valeu a pena! 

São dias vividos intensamente em família, muitos kilómetros percorridos, muitas experiências diferentes vividas em cada dia, muitas memórias partilhadas num curto espaço de tempo. E claro não vos posso dizer que é tudo um mar de rosas...há birras e desentendimentos, crianças cansadas ao fim de centenas de kms na estrada mas tudo passa perante a visão de uma praia paradisíaca, uma estrada de montanha mágica, uma vila de sonho, ou um belo almoço ou jantar em família regado com as histórias e aventuras partilhadas nesse dia.

Por isso carreguem o carro, peguem na vossa família e sigam estrada fora para onde o vosso coração mandar.

Boa viagem!

Sofi

26
Set19

Astúrias de mi corazón!

Vou partilhar convosco a nossa aventura em família deste Verão! Foram umas férias em que vivemos momentos inesquecíveis! Foram momentos vividos intensamente a 5. E como tudo o que é bom...acaba depressa...ou assim parece! Mas as experiências que partilhamos, os momentos felizes vividos em família permanecem gravados no nosso álbum de memórias de família para sempre.

A viagem começou no Porto depois de uns dias passados em família.

Partimos de manhã cedo para Santiago de Compostela onde passamos uma noite. Santiago é uma cidade fantástica e um dos mais importantes centros de peregrinação cristã do mundo.

Cidade imbuída de espirito peregrino vivido intensamente na Praça do Obradoiro, o culminar de uma jornada, onde o peregrino perante a fachada da magnífica Catedral pode dizer "Consegui e valeu a pena!". Infelizmente não conseguimos apreciar a Catedral em toda a sua beleza pois a mesma está em obras (embora continue aberta e acessível aos visitantes). 

Santiago é também uma cidade de tapas e copas e da famosa rota do Paris - Dakar em que o objectivo é sair do Bar Paris e chegar até ao Bar Dakar parando em cada um dos bares pelo caminho e beber um copo! Um desafio para o fígado e a carteira ;) que nesta viagem não experimentamos.

No dia seguinte era dia de partir e seguir à descoberta das belas Astúrias! As Astúrias são o palco ideal para uma road trip em família. Para percorrer as suas estradas ladeadas de belas paisagens e descobrir os seus recantos e segredos! Ficamos logo rendidos às suas encostas recortadas, paisagens verdes densas e às águas verdes cristalinas das suas praias!

A primeira paragem foi Luarca uma pequena cidade portuária que foi uma bela surpresa, quer pela beleza da zona situada junto da marina quer pela beleza da paisagem que circunda esta pequena vila! 

Seguimos viagem até à Ermida da Regalina e foi aqui que nos conquistaste completamente Astúrias. A vista do topo da Ermida é de cortar a respiração. Do lado direito em baixo fica a Praia do Cadavedo que nos cativou ao primeiro olhar e tivemos de descer  para mergulhar nas águas calmas e cristalinas desta praia rochosa e quase deserta.

IMG_2416.jpg

IMG_20190722_002148_635.jpg

 

IMG_20190721_161400.jpg

Eram horas de seguir caminho até Aviles onde ficamos a dormir no hotel Oca Villa Aviles, é um hotel bem situado e confortável com quartos modernos. Se quiserem ficar mesmo no centro de Aviles vejam o hotel NH Collection Palácio de Aviles.

Fizemos de Aviles o nosso quartel general dos proximos 3 dias.

O que recomendo visitar nesta zona:

1. Para quem vai com crianças, e não só, o Parque Pré-Histórico de Teverga é muito interessante.

O parque tem sempre diversas actividades e experiências disponíveis que podem pesquisar no site e disponibiliza também com a compra do bilhete uma visita guiada à Cueva de las Cuevas que contém diversas réplicas das grutas com pinturas rupestres mais famosas da zona. Visitem também o Museu para conhecerem um pouco mais sobre descobertas de vestígios pré-históricos das Astúrias.

Dentro do Parque Natural existem diversas rotas de montanha.

Para os afficionados de trecking deixo aqui um link com as várias rotas que podem ser feitas e o seu diferente grau de dificuldade:

https://tudohusqvarna.com/blog/natureza/rotas-pedestres-parque-natural-somiedo-asturias/

2. Senda del Oso no Parque Natural de Somiedo:

A Senda Del Oso é um trilho com cerca de 20 kms que pode ser feito de bicicleta ou, para os mais corajosos, a pé. Existem várias empresas na vila que alugam bicicletas para vários tamahos e idades e têm soluções para quem viaja com crianças pequenas e quer que as mesmas acompanhem o passeio. Pesquisem as várias empresas da zona e comparem preços. 

Foi construído sob uma antiga linha férrea mineira e mais tarde passou a ser utilizado como um caminho verde.

IMG_2427.jpg

IMG_20190722_153010.jpg

IMG_20190722_172748.jpg

 

A sensação pura de liberdade e de estarmos isolados e imersos na mais pura natureza é inexplicável. Apesar dos vários turistas que se encontram no local a fazer o percurso, na maior parte do caminho somos nós e a natureza numa harmonia e paz perfeitas. O percurso acompanha o rio Teverga e o único barulho que corta o silêncio que parece que nos abraça é o barulho da água e dos pássaros a chilrear.

Pelo caminho vão-se passando pontes e túneis que parecem ser para além de nós o único vestígio humano no percurso. Estamos rodeados por todo o lado de natureza no seu estado mais tranquilo e selvagem.

Não se assustem com os kms, o trilho é bastante fácil mesmo para quem não está habituado a fazer grandes passeios de bicicleta.

Em Villanueva podem fazer o mesmo percurso de regresso (mais 20kms) ou apanhar boleia da camioneta da empresa que alugou as bicicletas. Informem-se quanto ao ponto de encontro quando forem levantar as bicicletas.

3. Grutas de Tito Bustillo

Infelizmente não pudemos visitar estas grutas com pinturas pré-históricas. Tentei efectuar marcação online e por telefone com mais de 2 meses de antecedência mas já estava tudo cheio.

A lotação de cada visita é pequena para preservar as grutas por isso se quiserem visitar este local planeiem com antecedência.

4. Cueva de la Peña o de Candamo

Em alternativa fomos visitar estas Cuevas en Candamo (fica a cerca de 31 kms de Aviles).

É uma experiência muito interessante, e para nós foi única uma vez que nunca tinhamos visitado nada semelhante. Tivemos uma guia fantástica que nos contou toda a história e segredos deste local pré-histórico. Apenas tive pena de termos de ir em 2 grupos separados por causa da Benedita (a entrada é limitada a maiores de 7 anos).

Enquanto eu a Francisca e o Gonçalo visitavamos a gruta com o nosso grupo a nossa Mogli foi passear com o pai. Para terem uma ideia da paisagem que envolve esta zona deixo aqui uma das fotos que o meu marido tirou nesse passeio.

IMG_2438.jpg

5. Passear em Oviedo

Vale a pena conhecer o centro histórico de Oviedo. Podem visitar a Catedral de São Salvador, a Igreja de Santa Maria la Real de la Corte; o Mosteiro de San Pelayo; os Palácios de Verlarde, Valdecarzana, Camposagrado e Toreno, o Museu de Belas Artes; a Junta General del Principado.

Se puderem façam também um passeio no Campo de São Francisco e tentem encontrar a estátua da Mafaldinha (sim a personagem de banda desenhada!).

Jantamos num restaurante que nos foi recomendado por uma amiga, a Casa Glória que adoramos. Gostamos imenso do ambiente e do serviço e o jantar foi fantástico. Desculpem mas acabamos por não tirar nenhuma foto do restaurante porque nesse dia a Benedita resolveu fazer uma birra épica e acabamos por ter de jantar quase à vez ;)

IMG_20190722_211025.jpgIMG_20190722_211332.jpg

6. Praia de Gulpiyuri

Esta praia é um verdadeiro fenómeno da natureza e só por isto vale a pena ser visitada.

É conhecida como a praia mais pequena do mundo. Outra curiosidade é que esta praia se situa a 100 metros da costa (sim é verdade!) mas é banhada por água do mar que entra por um túnel que faz a ligação entre a praia e o Oceano Atlântico. 

IMG_20190723_180513.jpg

Atenção: se estiverem de carro conseguem levá-lo e estacionar quase a meio caminho entre a estrada principal e a praia.

Aconselho a irem de manhã para tentarem apanhar a praia com o menor numero de pessoas possível.

 

 

7. Cangas de Onis, Basílica de Nossa Senhora de Covadong e Santuário de Covadonga e Lagos de Covadonga

Já saídos de malas e bagagens de Aviles seguimos viagem na direcção ao Parque Nacional dos Picos de Europa.

Fomos conhecer primeiro a bela vila de Cangas de Ónis na subida para o Santuário e Lagos da Covadonga.

O ponto mais famoso desta vila é a ponte romana, apelidada desta forma mas na verdade construída na época medieval, no reinado de Afonso XI de Castela.

IMG_20190724_115320.jpg

A ponte está situada sobre o Rio Sella.

Para todos os amantes do desporto ao ar livre podem aproveitar a passagem na zona para se aventurarem numa descida do Rio Sella de canoa. Existem várias empresas situadas junto ao Rio na estrada que se dirige para Cangas de Ónis.

De todo o modo deixo-vos um link que contem mais informações sobre os vários percursos de descida e que tem os contactos de uma empresa que organiza estes percursos. A descida do Rio Sella é das actividades mais procuradas nos Picos da Europa e é uma oportunidade para poder desfrutar de uma perspectiva diferente da maravilhosa paisagem ao longo do Rio.

http://picosdaeuropa.com/o-que-fazer-turismo-activo-nos-picos-da-europa/descida-em-canoa-no-rio-sella/

O ponto alto do dia foi a subida até ao Santuário de Covadonga e aos Lagos da Covadonga.

O Santuário de Covadonga,, cravado numa gruta (a Santa Cueva de Covadonga), dedicado à Virgem da Covadonga, é uma visão quase mística (não fossem as filas de turistas à espera para poder tirar uma fotografia).

À saída da gruta, existe uma fonte de água pura. De acordo com a lenda esta será a mesma fonte que há milhares de anos matava a sede dos cristãos espanhóis, que se escondiam na gruta.

IMG_20190724_125254.jpg

IMG_20190724_130307.jpg

 

 

 

 

 

 

 

             

 

 

 

A subida aos Lagos da Covadonga apenas pode ser feita no próprio veículo até as 8h30 da manhã. Depois dessa hora a estrada é encerrada ao tráfico e o acesso apenas é possível nos transportes públicos providenciados junto ao Santuário.

A visão dos Lagos Ercina e Enol é de tirar a respiração. Os cumes das montanhas reflectidos nas águas cristalinas dos Lagos e a paisagem de um verde intenso pintalgada de centenas de vacas ficarão para sempre gravadas na nossa memória. Não tenham dúvidas as vacas são donas e senhoras deste local, onde passam os seus dias a comer erva fresca e a banharam-se nas águas frescas dos Lagos! As vacas das Astúrias também são vacas felizes!

Existem vários percursos pedestres entre os dois Lagos devidamente assinalados que vale a pena percorrer. Desfrutem da paisagem, inspirem o ar puro e tirem muitas fotos!

IMG_20190724_142610.jpg

IMG_20190724_141350.jpg

Não poderíamos ter terminado da melhor maneira a nossa passagem pelas Astúrias.

O País Basco agora esperava por nós ...mas isso terá de ficar para outro post pois este já vai longo!

Acrescento apenas o nome de alguns restaurantes que recomendo na zona:

Casa Tataguyo em Aviles (as tapas de entrada e os pratos de carne são reis neste restaurante instalado numa casinha pitoresca situada junto ao belo Parque de Ferrera). 

Casa Gloria em Oviedo - este restaurante tem uma visão mais moderna sobre as receitas tradicionais asturianas.  

Sidreria Terra Astur em Aviles. Este restaurante tem uma lista muito diversificada centrada em especialidades asturianas. Bebam um copo de Sidra, a bebida mais tradicional das Astúrias.

E assim foi a nossa road trip pelas Astúrias, no qual nos faltou ver algumas coisas mas na qual descobrimos recantos e segredos que não esperávamos encontrar! E isso é o mais importante, partirem à aventura, seja em família, sozinhos ou com amigos e descobrirem os vossos recantos, aquele lugar que vão guardar para sempre na vossa memória e que vos vai aquecer a alma quando as férias já há muito tiverem acabado!

Boa viagem!

Sofi 

 

 

Sobre a blogger

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Ana D.

    O comentário acima é meu. Peço desculpa pelo lapso...

  • Anónimo

    Muito obrigada pelas sugestões!!Também tenho uma l...

  • Sofi

    Olá! Ainda bem que gostaste das dicas! Bjs grandes...

  • Anónimo

    Boas sugestões,e o tempo no Porto está óptimo! Bji...

  • Sofi

    Que bom saber que gostou! é muito bom receber o vo...

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub